sublinhar

sexta-feira, abril 23, 2004

O primeiro passo – Poesia

Este é ainda indefinido,
parte, mas para onde?
O que procura?

É ânsia de movimento
e de encontro,
mas existe criança e
demora a compor-se

Quando crescer, tornar-se-á outro
por agora é apenas
desejo.

Inicia o delírio da vida
mas não se conhece,
nem se pensa,
apenas existe.

Belo ainda,
incorrupto,
o primeiro passo e depois
tudo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial